No dia 19 de dezembro, a Pra. July (BDN Cubatão) compartilhou uma palavra com o tema “De que lado você está?”.

Resumo da palavra

Em Êxodo 17, encontramos dois grupos: o lado A (Israelitas) e o lado B (Amalequitas).

A pergunta da noite é: de que lado nós estamos nessa batalha?

Os Israelistas já tinham um histórico de derrotas e escravidão que os deixou com uma mente fraca, de derrota, assim como as nossas decepções e frustrações nos abatem. Mas Deus não cria filhos mimados e a hora de se levantar e enfrentar os amalequitas sempre chega.

Autonomia é diferente de independência. Temos autonomia de escolha, mas somos dependentes do Pai para nos ajudar.

A batalha contra os amalequitas marcou Israel, eles tiveram que se mover.

O problema é que existem amalequitas no nosso meio e, pior ainda, pode ser que existam dentro de nós: pessoas impiedosas que se alimentam das fraquezas dos outros. Os amalequitas despertavam o ódio de Deus porque destroíam os fracos que ficavam para trás.

Deus não quer pessoas “chutando cachorro morto”, Deus procura quem queira ressuscitar os mortos na fé, por mais pecadores que sejam.

O nosso destino profético não é ser amalequita, mas ser luz, ser piedoso. Não devemos resistir ao opressor, mas perdoar quem nos desagrada. E essa conduta só é possível através da Graça e a Graça se chama Jesus Cristo.